No final de 2007 participa na fundação da Associação Cultural "A Cadeira de Van Gogh" em cujas instalações virá a promover, a partir de Junho do ano seguinte, diversos eventos poéticos. É aí que passará a apresentar, a partir do início de 2011, as sessões dos "Universos Paralelos", embora continue a colaborar, ocasionalmente, com o CLP.

Em Março de 2009 apresenta nesse espaço, pela primeira vez, uma sessão dedicada a Álvaro de Campos à qual dá o nome de "A Visita do Sr. Engenheiro".

Em representação de "A Cadeira de Van Gogh" participa em diversas reuniões do projecto "80 Anos de Zeca". É ai que conhece o músico de jazz Paulo Alexandre Jorge, com quem virá a desenvolver vários projectos, e também José Carlos Costa que lhe virá mais tarde a propôr uma apresentação de poemas apoiada em excertos do "Sermão de Sto António aos Peixes".  

Esse espectáculo, que terá a designação de "Peixes, homens e tubarões" será apresentado pela primeira vez na "Cadeira de Van Gogh" em Junho de 2012. 

António Domingos

 

Como tantos, é no Púcaros Bar, nas arcadas de Miragaia, no Porto, que começa a dizer poesia em público. Aí convive com Luís Carvalho, Anthero Monteiro, Isaque Ferreira, entre muitos outros habitués das 4ªs Feiras de Poesia.

Em Julho de 2006 promove na Livraria Index, por ocasião da inauguração da exposição de Pintura do seu amigo Ken Donald, uma sessão de poesia, onde são lidos vários poemas de Fernando Pessoa e dos seus mais conhecidos heterónimos. Reserva para si os poemas de Álvaro de Campos.

No início de 2007 apresenta no Clube Literário do Porto a proposta de realização mensal de uma sessão de poesia. Dá a esse projecto, que se iniciará em Março com uma sessão dedicada a Miguel Torga, o nome de “Universos Paralelos”.

No regresso ao Porto, depois da participação na festa de encerramento do projecto "80 Anos de Zeca", em Guimarães, propõe aos "Belladamião" a revisitação de um tema dos Doors - "The celebration of the Lizard" - que virá a ser apresentada sob o título "Lagartos, lagartixas e outros répteis" em Outubro de 2010 na Cadeira de Van Gogh e mais tarde no Clube Literário do Porto.  

 

Em 2011 é a vez de Paulo Jorge lançar o desafio de um espectáculo de rua reunindo a poesia com o free-jazz. Surge assim a performance "A Poesia está na Rua", apresentada pela primeira vez no dia 25 de Abril desse ano, na Avenida dos Aliados e em seguida, no 1º de Maio, junto à sede da AJHLP.

Mais tarde será também apresentada nos espaços "Gato Vadio" e "Olimpo" e em Março de 2012 integrará o programa da iniciativa com o mesmo nome promovida pela Câmara Municipal de Santo Tirso.

A colaboração com Paulo Jorge irá acontecer também por diversas vezes no âmbito das apresentações dos alunos do  "Carl Orff Project", escola que dirige na altura em Mato-sinhos, no âmbito da iniciativa "Festa na Baixa", em espaços como o Museu Soares dos Reis.

No início de 2012 participa pela primeira vez numa Oficina de "Leituras em Voz Alta" na BPMP, promovida pela Assédio-Teatro e orientada pela actriz Rosa Quiroga, sobre a peça de William Shakespeare "Sonho de uma noite de Verão", que será lida na BPMP a 20 de Abril . Seguir-se-ão "O cachorro do hortelão", de Lope de Vega, apresentada no início de 2013, "Comédia de bastidores", de Alan Ayckbourn, (desta vez ensaiada e apresentada na "Cadeira de Van Gogh" no final de Julho de 2013), "Atentados", de Martin Crimp, em Junho de 2014, "A viagem do Sr. Périchon", de Eugène Labiche, apresentada em Fevereiro de 2015 e "O Tio Vânia", de  Anton Tchekhov, já em 2016.

 

Em Novembro de 2012 integra um grupo de leitores que, sob a orientação de Rosa Quiroga, apresenta no XI Congresso Português de Psicodrama, na Lousã, a leitura da peça de António Roma Torres "O Rei da Áustria".

A partir de Abril de 2013 passa a colaborar regularmente no projecto "Olhares", de Palmira Troufa e Paula Abrunhosa, uma iniciativa realizada na BPMP, onde é feita a leitura de "textos dramáticos de autores portugueses", apresentados por figuras como Arnaldo Saraiva, Pedro Eiras ou António Romão, e que irá acontecer de novo em 2014 e 2015.